Você sabe qual o custo de implantação da automação industrial para a automatização de uma fábrica?

Sempre que um projeto de automação dos processos de produção é analisado, dentro de uma empresa, o primeiro questionamento é com relação ao investimento e ou custo de implantação.

É verdade que a automação industrial possui um custo, que em uma análise isolada, e sem considerar os seus benefícios, pode parecer algo caro e inviável.

Muitas empresas, ao avaliarem apenas as questões dos custos envolvidos, acabam abandonando o projeto sem sequer buscar alternativas. Com isso, jogam fora a oportunidade de ter um retorno financeiro robusto a médio e longo prazo.

Além disso, existem casos em que uma empresa aborta um projeto de automação antes mesmo de descobrir o valor do investimento. Isso acontece, muitas vezes, por ainda terem a crença de que os custos são altos, como eram no passado. E por manterem a visão antiga, de que a eletrônica e insumos possuem altos valores para serem adquiridos.

Mas afinal qual é o custo da automação industrial em uma fábrica?

Essa é a primeira pergunta que se faz ao analisar um projeto de automação industrial. E dependerá dos objetivos da empresa. No entanto, a primeira pergunta que deveria ser feita é, qual o custo de NÃO ter automação no seu processo de produção.

A Custo da automação industrial se divide em 3 partes:

  • custo de engenharia
  • custo de implantação
  • custo de assistência técnica

Custo de engenharia

Em muitos casos, o custo de desenvolvimento do projeto, consultoria e análise crítica, chega a 40% do valor total do projeto.

Pode parecer muito alto, mas na verdade este processo de planejamento é determinante para o sucesso do projeto. Tanto para reduzir os custos de implantação, quanto de necessidade de manutenção futura, uma vez que, um projeto bem elaborado, facilita todas as etapas seguintes.

Isso garante o cumprimento do prazo, da qualidade do trabalho e impacta na performance das linhas de produção. O que proporciona um retorno do investimento mais rápido e com mais qualidade produtiva.

O custo de engenharia varia muito. De acordo com a empresa de automação contratada, podendo a chegar à mais de 100%. No entanto, não se engane, essa é uma obra altamente qualificada. Por isso, quando existirem diferenças relevantes no custo, é preciso checar o histórico da empresa contratada. E também, dessa forma, analisar se ela realmente possui as competências necessárias. Em geral, empresas com boa reputação e qualidade equiparada cobram valores bem próximos.

Uma boa alternativa para a redução de custos de engenharia é contratar uma consultoria prévia. Essa empresa de consultoria, tem o papel de realizar todo o projeto e planejamento estratégico. Como reduzirá os riscos de desenvolvimento, a tendência é cobrar menos na implantação, assim como, na assistência técnica.

Assim, uma boa alternativa, é firmar um contrato de assistência técnica. Esse contrato ao longo prazo pode proporcionar uma redução de 30% nos custos, se comparado às contratações pontuais.

Custo de implantação

Na implantação está o maior custo do projeto, e dependerá do objetivo da Empresa. Analisando, por exemplo, se serão linhas 100% automáticas, se possuirão robôs colaborativos, se serão estações semi-automáticas, entre outros.

A opção sempre segue o estudo para obter o melhor retorno do investimento, potencializando o lucro gerado e o aumento da qualidade e produtividade.

Nesse ponto, a melhor estratégia para reduzir custo é utilizar quando possível insumos normalizados ou que tenham vários fornecedores. Isso proporciona uma redução no custo geral do projeto.

É preciso utilizar os recursos financeiros do projeto de forma racional. Isso para que se garanta reservas para viabilizar o investimento em tecnologia de última geração, em pontos do projeto que farão real diferença. E impulsionarão a empresa à dar um salto tecnológico, com a obtenção de um projeto extremamente avançado e com o menor custo possível.

 Custo de assistência

 A assistência técnica geralmente é cobrada por hora técnica e, quando necessário, acrescidos os custos de deslocamento. Após a linha de produção estiver em funcionamento, estes custos são extremamente baixos, desde que o projeto tenha sido executado de acordo as boas práticas de gerenciamento de projetos.

A contratação da assistência técnica pode ser pontual, sob demanda, ou por meio de um contrato de prestação de serviço.

De modo geral, a assistência técnica realizada pelo fabricante das máquinas e equipamentos tende a ser mais barata, se comparada à uma empresa que nunca teve contato com as máquinas.

Dessa forma, a dica é contratar empresas que você tenha a certeza de que estarão no mercado daqui a alguns anos. E que possam garantir atendimento futuro. Para isso, é recomendável analisar a história da empresa a ser contratada, assim como, seus clientes e sua reputação no mercado. Isso, pode ser um bom parâmetro para contratar uma empresa com segurança e solidez.

Por Marco Aurélio – Sócio Diretor da Elco Indústria

Share This