A automação industrial e o futuro da indústria

A evolução tecnológica nos dias de hoje se tornou uma curva exponencial. Abrindo aos empresários e gestores um leque de inúmeras oportunidades. Tanto para a geração de novos negócios e mercados, quanto para estruturas de automação de processos. Facilitando assim, a evolução em todas as áreas das empresas.

No entanto, nem tudo é perfeito. Uma vez que, se por um lado as possibilidades são imensas, por outro, os desafios são cada vez mais difíceis. Por isso, existe uma pergunta que certamente todos deveriam fazer neste exato momento:

Como será o futuro da indústria?

A indústria, quanto aos seus meios de produção, não acompanhou a evolução tecnológica. Dessa forma, não seguiu na mesma evolução que o mundo presenciou nas últimas 3 décadas.

Evidentemente, mudar os conceitos e estruturas de grandes corporações sólidas e bem definidas, que sempre apresentaram resultados positivos, é algo muito difícil. Além disso, em muitos casos, praticamente impossível, pois, envolve grandes esforços administrativos e muitos investimentos.

No Brasil, com a crise dos últimos anos, os investimentos da indústria foram reduzidos em níveis extremamente baixos. Ao ponto de a modernização das linhas de produção ser colocada em segundo plano.

Com cenários de baixa produção, e ociosidade de mão obra, além de, custos elevados de produção e forte concorrência dos mercados asiáticos, a indústria brasileira viu a necessidade de se modernizar rapidamente.

Muitos empresários enxergaram na crise uma oportunidade única para reverter esta situação, absorvendo os conceitos da indústria 4.0.

Se mencionamos que a indústria não acompanhou a evolução da tecnologia, isso mudou muito rapidamente nos últimos tempos.

Atentos à mudança de comportamento das empresas, os grandes fabricantes de tecnologia para automação, acirraram a competição. Dessa forma, apresentaram ao mercado produtos e soluções inovadoras. Tudo isso, com uma excelente notícia: apresentando custos cada vez mais baixos.

A redução nos custos viabilizou o desenvolvimento de novos projetos. Os quais, até poucos anos seriam considerados inviáveis, tanto pelo custo, quanto pela qualidade aplicada.

Estamos vivendo um momento em que as mudanças são nítidas dentro das linhas produtivas. É possível afirmar que, em breve, as empresas que não investirem na automação, de maneira agressiva e constante, sofrerão sérias dificuldades. E essas dificuldades vão impactarem na condição de se manterem competitivas e lucrativas.

Com as novas tecnologias de automação industrial, que possibilitam linhas autocontroláveis e confiáveis, o custo de mão de obra será reduzido ao mínimo necessário. Dessa forma, o ganho de produção e qualidade serão apresentados como uma vantagem competitiva.

Essa será a grande diferença entra as empresas de sucesso e as que deixarão de existir.

Uma linha inteligente possui benefícios preciosos para qualquer empresa. Além das vantagens mais óbvias, tais quais, o aumento da lucratividade, gerado pelo aumento da produção e a redução de mão de obra, há um total controle sobre as informações, o que gera uma melhor gestão, e base sólida para tomadas de decisões.

Dessa forma, imagine colher dados produtivos e, posteriormente, filtrá-los e transformá-los em informações concretas, para base de planos de melhoria contínua. Ou usá-las como lições aprendidas, tais quais, parâmetros para o desenvolvimento de novos projetos futuros. Estes são só exemplos das possibilidades para aumentar a competitividade de qualquer empresa.

Com o avanço da automação industrial e a redução dos custos, é possível transformar máquinas especiais ou dispositivos simples, pouco produtivos, em equipamentos de altíssimo valor agregado.

A automação industrial e as pequenas e médias empresas

Essa movimentação no mercado vem revolucionando os processos de pequenas empresas. As quais, no passado, ficavam limitadas aos processos manuais, que eram muito onerosos e por vezes, com baixa lucratividade.

Dessa maneira, ao verificar os ganhos reais e financeiros, com a automação industrial, as empresas que utilizam os conceitos da indústria 4.0 nunca mais deixaram de investir. Portanto, com isso, não param de aumentar o seu faturamento de maneira contínua.

Dessa forma, o grande desafio das soluções em  automação industrial, nos próximos anos, será o de ser o trampolim para o desenvolvimento.  E não como uma barreira na tomada de decisão de seguir rumo ao futuro da indústria 4.0, ou de permanecer com o modelo atual dos processos de produção. Mesmo com a consciência que este modelo está condenado a extinção.

Neste contexto, portanto, os profissionais das áreas de automação, como as empresas fornecedoras de soluções para as linhas de produção, terão papel fundamental ao escolher a tecnologia correta para cada aplicação, direcionando os seus recursos financeiros, para obterem o máximo de retorno sobre o investimento.

O futuro da indústria para a próxima década, será o do uso da tecnologia, em todos dos meios de produção. Isso de forma inteligente e dinâmica. Dessa forma, disponibilizando um fluxo de informações em tempo real, e principalmente, estar pronta para mudar e evoluir a qualquer momento.

O futuro da indústria chegou e, portanto, não se pode mais ficar parado no tempo.

Por Marco Aurélio, sócio-diretor da Elco Indústria Mecânica

Share This