Otimização de recursos na automação industrial para obter melhores resultados

Você investiu em uma automação nas suas linhas de produção. No entanto, elas parecem estar fracas, ou parecem não surtir tanto efeito quanto você esperava?

Neste caso, é possível que a sua automação industrial não esteja planejada para mostrar os melhores resultados.

Existem inúmeros fatores que causam esse problema. Vão desde problemas mecânicos, com as máquinas, até mesmo funcionários, que estão afetando o ambiente de trabalho das máquinas.

Neste artigo, comentaremos sobre as medidas que podem ser feitas para melhorar, o resultado da automação da sua indústria.

Por que esses fatores passam despercebidos?

Antes de citarmos os fatores, precisamos explicar os motivos pelos quais eles passam despercebidos. Até mesmo aos olhos dos mais profissionais da automação.

Lidar com máquinas é diferente de lidar com humanos. E dá a impressão de que lidar com elas é mais exato do que com humanos. Muito pelo contrário: as máquinas também sofrem interferências externas, que afetam seu funcionamento. Isso não da mesma forma, ou com a mesma intensidade, que funcionários, mas essa interferência afeta até mesmo o desempenho da linha de produção inteira.

Existe um pensamento recorrente de que as máquinas são menos voláteis do que os humanos.

No parágrafo seguinte explicaremos quais os fatores, que são bastante variáveis nas máquinas e como eles podem afetar a produção inteira, contrariando esse pensamento.

Os fatores que acompanham os problemas das linhas de produção

Existem vários fatores que afetam a eficiência e o desempenho das linhas de produção. Consequentemente, diminuindo seu desempenho.

Falta de balanceamento das linhas de montagem

A Automação deve sempre tem que caminhar junto com a necessidade do processo. A análise do processo produtivo, com o estudo dos tempos, gargalos e requisitos devem sempre ser observados.

Muitas vezes, em uma mesma linha, existem máquinas extremamente rápidas e eficientes. E outras, projetadas de forma que, não atendem a demanda, o que compromete todo o investimento. Dessa forma, o correto balanceamento permite dosar os investimentos, para onde realmente é necessário.

Falta de organização e harmonia na linha de produção

Ao automatizar uma linha de produção, um teste pode ser feito em uma determinada função, dentro da linha de produção, mas nunca automatizada de forma “picada”.

Por exemplo: quando uma linha de produção já tem o seu início automatizado, não se automatiza o meio e o fim, separadamente.

É necessário planejar a automatização, realizando um projeto organizado de automação, desde o início até o fim.

Caso a indústria já tenha uma parte automatizada, que é eficiente, deve-se aplicar o projeto de forma harmoniosa, sem muitas discrepâncias, do modo que já foi testado.

Adequar-se a esse fator economiza problemas, como a falta de conexão entre as fases de produção. O que aumenta as chances de acontecer um resultado final bem melhor que o esperado.

Falta de atenção para a segurança

Máquinas automatizadas não têm consciência para que se desativem quando um acidente ocorre. Ou mesmo quando uma peça é montada de forma errada.

Ainda que existam sensores para detectar problemas e acidentes, se faz necessário sinalizar conforme as normas brasileiras de segurança indicam.

Essas sinalizações ajudam a evitar vários problemas, que acontecem por causa de erros humanos, e melhoram a média do resultado final.

Além disso, a presença de sensores, para que peças danificadas ou mal feitas, sejam avisadas a setores maiores também otimiza os recursos e a segurança dentro da produção automatizada.

Para as sinalizações direcionadas aos humanos, deve-se isolar as operações mais arriscadas para funcionários. E marcar certas passagens, além de, delimitar a largura máxima da passagem.

E ainda, grades de isolamento podem ser usadas, para fazer com que os funcionários não se aproximarem tanto das máquinas, na hora de realizar supervisões ou pequenas tarefas como reiniciar processos parados.

Falta de atenção para problemas físicos de ambiente

Os problemas mais recorrentes à produção automatizada são aqueles advindos de problemas físicos. Ruídos, vibrações, iluminação errada e temperaturas, além do normal, são as variáveis que mais afetam as máquinas, e seus processos mecânicos automatizados.

A temperatura é a maior inimiga das máquinas, visto que a maior parte delas trabalha lubrificada com óleo e, dependendo do óleo, sua viscosidade, pode ser afetada drasticamente pela temperatura ambiente.

Ainda que seja estudado, o ambiente pode esquentar, por causa da presença de máquinas, e funcionários presentes de forma demasiada no local. Ventiladores, exaustores, janelas, e toda saída de ar, para que o calor não se acumule dentro ou próximo das máquinas, é bem-vindo.

Vibrações são problemas presentes em todos os componentes mecânicos. Por se moverem bastante, as máquinas tendem a vibrar ou afrouxar alguns de seus pontos cruciais.

Evitar a vibração, é evitar uma dor de cabeça ao longo prazo. Por que, esse afrouxamento causado pela vibração, pode, literalmente, desmontar uma máquina.

A manutenção preventiva é o único jeito de manter as máquinas funcionando sem serem estragadas pelo tempo de uso delas.

Esses quatro fatores citados são os fatores mais esquecidos na hora de automatizar uma indústria.

Para otimizar os recursos dentro da empresa, é essencial que se volte a atenção para eles. O resultado final, caso esses fatores sejam sempre levados em conta, será melhor que antes.

automacao industrial

Otimização de recursos na automação industrial da sua indústria

Se você atua em uma indústria, como responsável pela área de produção, já deve ter se perguntado, o que pode fazer para melhorar a produtividade, e precisão da sua linha de montagem.

E se essa é uma preocupação, também já deve ter pensado em automatizar todos os seus processos, ou até já ter implementado projetos nesse sentido. Mas o fato é que, como você viu nesse artigo, não adianta apenas pensar em automação industrial, sem estar verdadeiramente preparado.

E mais…sem saber exatamente, quem é o parceiro certo para desenvolver um projeto, que realmente traga resultados significativos para a sua empresa.

Cada indústria tem as suas necessidades específicas, e demanda um projeto personalizado, de acordo com o que realmente espera obter como resultado positivo, para a sua linha de produção.

Por isso, é preciso que, antes de iniciar um projeto, busque um fornecedor que esteja realmente apto para atender tudo o que sua empresa precisa. Seja uma nova máquina especial para sua linha de montagem, um dispositivos especial, ou mesmo uma consultoria para implementação de uma automação industrial completa.

Saiba que, a Elco Indústria é uma das empresas que mais entende de automação de linhas de produção, em indústrias dos mais diversos segmentos, e está pronta para atender as mais específicas necessidades relacionadas à automação industrial.

Se você busca um fornecedor experiente, e entende que nós podemos ajudá-lo a alavancar a sua empresa, assim como, já fizemos com tantos clientes. Entre em contato conosco para agendarmos uma reunião estratégica. Fale com a nossa equipe FALE CONOSCO

Por Marco Aurélio – Sócio-diretor da Elco Indústria

Share This